Os prejuízos do “Pra ontem” e a falta de planejamento na comunicação

Posted on Posted in Blog

Gestores, profissionais e clientes precisam entender juntos que planejar torna a ação de comunicação e marketing muito mais efetiva.

Por Naiany Christini Ribeiro de Moraes

naiany christini de moraes acesso livreNão posso falar sobre outras áreas, mas quem é da comunicação com certeza já ouviu ou já falou essa frase. Aquele famoso prazo “de volta para o futuro”, só que diferente do Doc, não temos um DeLorean que passeia pelo tempo. Quer dizer, mesmo que tivéssemos, já sabemos que não é das melhores ideias.

Essa expressão de tom emergencial mostra um problema comum em muitas profissões: a falta de planejamento. E infelizmente isso é regra, não exceção. Mesmo sendo matéria básica de qualquer curso da área, como marketing, comunicação, publicidade e design, o planejamento é pouco aplicado na vida real.

Nada é tão urgente que valha a pena pular essa parte e ir direto para execução. Nem mesmo médicos em situações de emergência num pronto socorro partem logo para a ação sem pensar.

Nenhum problema ou oportunidade precisa ser executado na hora.

Até mesmo aquele “meme” que todo mundo está participando, que vai cansar e perder a graça rapidamente, merece um tempo para pensar antes de executar, inclusive para saber se vale a pena, se faz sentido entrar na brincadeira.

A questão aqui é gerar uma reflexão sobre os hábitos de clientes, gestores e profissionais repetidos sem questionamento. Esse mundo da comunicação, da criatividade, tem como base as ideias, e eu diria que ideias são pura emoção, elas precisam sair, se tornarem reais e ver isso acontecer é excitante, dá um tesão.

E é no campo das ideias que começa o perigo. Primeiro porque nem toda ideia é uma boa ideia, segundo porque mesmo que seja incrível, toda primeira ideia, o insight, precisa de ajustes. Fazer essa avaliação com pesquisas e análises faz parte do planejamento.

Planejamento é o início de tudo

Todo bom projeto começa com planejamento, um cronograma, uma data final com uma expectativa real de tempo para pensar e executar. Sejam duas horas para publicar (ou não) um meme, uma semana para desenvolver um conteúdo para blog ou três meses para um site. E esse tempo inclui pensar, executar, ajustar e finalizar.

Um planejamento concreto, com uma data final realista, evita grandes erros, refação e isso poupa tempo de trabalho.

Por incrível que pareça, colocar três dias em um projeto “pra ontem” pode evitar que ele vire cinco dias. Porque, afinal, quem nunca participou de um projeto às pressas e no meio descobriu que não era isso que queriam ou se frustrou no final, pois não alcançou o resultado esperado?!

 

Prejuízos do Pra ontem

  • Falta de planejamento;
  • Maior probabilidade de erros;
  • Maior probabilidade de refação;
  • Não aproveitar uma ideia que teria sido muito boa, caso fosse melhor planejada;
  • Fazer algo sem saber que resultado almejar pode frustrar;
  • Resultado pode ser nenhum;

 

Quer saber como planejar suas ações de comunicação? Deixe seu contato e receberá conteúdos exclusivos sobre o assunto.

Receba conteúdo da Acesso Livre

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Cidade/Estado

Atividade profissional

Se você trabalha na área, certamente já passou por uma situação em que o “pra ontem” matou uma ideia que poderia ser ótima, se bem pensada.
 

Conte-nos sua experiência nos comentários!

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *